Zverev nega ter abusado de ex-namorada

3 meses atrás 30

Em um comunicado enviado por suas redes sociais, o alemão Alexander Zverev, quarto do mundo, negou ter abusado de Olya Sharypova, sua ex-namorada, queo acusou novamente e mostrou, em entrevista ao Slate, prints com fotos de hematomas pelo corpo.

De acordo com a russa, as agressões não foram somente no US Open e a Laver Cup. Em Nova York, ela disse ter saído correndo de seu quarto de hotel no Lotte New York Palace e fugido, descalça, para a rua. Em sua acusação, os episódios voltaram a se repetir no Masters 1000 de Xangai, em outubro, logo depois da estreia de Zverev no torneio.

"Ele ficou irritado por eu ter deixado frutas em cima da mesa de massagem dele e me tratou muito mal. Tive uma queda de açúcar e tomei insulina para voltar a me sentir bem, e ele assim que eu melhorei me tratou muito mal, me ofendeu e disse para eu arrumar as minhas malas e voltar para a Rússia. Eu fui tomar banho e, ao sair, ainda nua, ele me socou na cara e nos braços", relatou.

Zverev emitiu o comunicado nesta sexta negando as acusações e ainda inicou processo contra a fonte: "Já coloquei meus advogados da Alemanha e dos EUA no caso . Eles já conseguiram uma liminar contra a fonte e o autor que publicou essas alegações falsas. A cortê seguiu nossas alegações. As acusações são falsas e difamatórias. Os advogados já iniciariam procedimentos contra a fonte e o autor. Eu categoricamente e sem equívoco negoter abusado da Olya . Ainda apoio a criação de uma política contra a violência doméstica por parte da ATP. Não vou mais entrar nesse assunto", disse o campeão Olímpico e de Cincinnati.

Fonte