Zero anuncia sua aguardada linha de motos elétricas para 2022

5 dias atrás 9

A Zero decidiu antecipar o lançamento de sua linha 2022 de motos elétricas nesta quarta-feira (15), apresentando os modelos Zero S, Dual DS e Dual DSR. A companhia americana afirma que a exibição antecipada se deve à alta demanda por motocicletas movidas a bateria.

“Embora a demanda geral por todos os [modelos do tipo] powersports, especialmente os dual-sports [modelos feitos tanto para estrada quanto off-road], tenha aumentado desde o início das restrições em 2020, a busca por motocicletas elétricas continuou a disparar mesmo no ano de 2021”, explica a fabricante conhecida pelo SR/S, o modelo com performance “equivalente a um avião a jato”.

publicidade

“Esta ânsia contínua pelos modelos Zero gerou a decisão da empresa de lançar vários modelos de forma antecipada para atender à demanda, enquanto os passageiros ainda desfrutam de um clima agradável em todo o país [Estados Unidos].”

Leia mais:

No ano passado, as vendas de bicicletas e motos elétricas, de fato, tiveram um enorme crescimento na Europa e nos EUA. Principal fabricante de motos alimentadas por bateria no mundo, a Energica, por exemplo, teve uma alta de 91% em suas vendas durante 2020.

No Brasil, de acordo com levantamento do Mercado Livre, o volume de contatos para aquisição de motos elétricas cresceu 1198%, em relação ao mesmo mês em 2020.

Motocicleta Zero DSRZero DSR vai até os 164 km/h de velocidade máxima (Zero/Divulgação)

Motocicletas não saem por menos de R$ 58 mil

Os modelos Zero S e Dual DS e DSR são os que chegam com as principais atualizações. Mas, diferente de marcas indianas como Revolt ou Ola — ou mesmo a Mahindra, que tem feito scooters baratas —, a Zero não se preocupa muito em cobrar caro pelos veículos.

Com autonomia para rodar 143 km por carga, a Zero S, por exemplo, custa US$ 11.195 (em torno de R$ 58,8 mil) e é voltada para ambientes urbanos. A moto tem velocidade máxima de 158 km/h, bateria de 7,2 kWh e motor Z-Force com potência de 34 kW, o equivalente a 46 cavalos.

Zero S, motocicleta de ruaZero S tem autonomia para rodar 143 km por carga (Zero/Divulgação)

Já a Dual DS tem o mesmo preço e oferece as mesmas configurações de motor e bateria. A diferença fica na autonomia, que roda em torno de uma faixa 8% menor devido à otimização para terreno off-road.

Zero DS, motocicleta para off-roadZero DS tem as mesmas configurações da Zero S, mas é mais talhada para o off-road (Zero/Divulgação)

Por último, a DSR é um pouco mais cara, saindo por US$ 15.695 (por volta de R$ 82,4 mil) — o preço de um Chevrolet Spark nos EUA. Com uma única recarga, porém, percorre até 260 km e vai até os 164 km/h de velocidade máxima. A bateria é bem maior — 14,4 kWh — e o motor gera em torno de 52 KW de potência (ou 70 cavalos).

Fonte: Electrek

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Fonte