Veja como as pequenas empresas estão usando o Tik Tok para vender mais

1 semana atrás 12

A rede social TikTok, famosa pelos vídeos de dancinhas, já virou ferramenta de divulgação das micro e pequenas empresas. Embora ainda não disponha de recursos específicos para vendas, a plataforma tem sido usada em função da grande popularidade, especialmente entre os jovens.

A rede de lojas de piscinas iGUi até incluiu instruções de como usar a rede social no programa de capacitação de seus franqueados. “Enquanto as outras redes são mais sérias, o TikTok responde pela parte divertida e informal. O público é jovem e pede para os pais comprarem a piscina”, afirma Lilian Marques, diretora-executiva da iGUi.

A franqueada Wanessa Castelli, 31, aprendeu a lição. Proprietária de uma franquia em Primavera do Leste, no Mato Grosso, ela usa o Instagram para exibir o trabalho rotineiro de sua equipe e não perde a oportunidade de postar vídeos engraçados no TikTok.

Um deles, publicado três meses atrás, viralizou. Era uma sexta-feira de sol e calor quando Wanessa e três funcionários se jogaram na piscina, de roupa e tudo, para comemorar a chegada do fim da semana.

“Tivemos mais de 1 milhão de visualizações e até lojas concorrentes começaram a usar nosso vídeo”, ela conta.

Segundo Wanessa, o TikTok parece uma brincadeira, mas gera vendas de forma indireta. “É uma ferramenta que atrai as pessoas pela diversão e acaba levando várias delas para o Instagram, rede em que mostramos nossas obras e a eficiência de nosso trabalho.”

Veterinária da Pontual Petshop, em Viçosa, em Minas Gerais, Livia Comastri, 29, também usa o TikTok para divulgar os serviços da loja.

“Posto vídeos sobre nosso dia a dia com os animais, mas sempre de uma forma divertida, que atrai todo mundo que gosta de bicho. Um de nossos vídeos gerou mais de 2 milhões de visualizações e já temos até fã-clube. Os de humor são sempre os mais assistidos”, afirma.

Até o chefe dela, Sérgio Miranda, 35, venceu a timidez e começou a aparecer nos vídeos depois que viu o aumento nas vendas. “Na pandemia, por causa das redes sociais, crescemos de 40% a 50%. As pessoas assistem aos nossos vídeos e vão direto comprar pelo WhatsApp”, diz o empresário, que atende de 1.500 a 1.700 clientes por mês, com tíquete médio de R$ 97.

Sócio da agência SEO Social, especializada em marketing digital, Noelio Lopes explica que um dos principais méritos do TikTok é atrair clientes por meio do entretenimento.

“São vídeos informais, nos quais ninguém se preocupa em ser julgado e, por isso, acabam gerando engajamento, já que o usuário até esquece que aquele é o perfil de uma loja. Mas, para isso, o empreendedor deve criar conteúdo para entreter, pois os seguidores não estão ali para comprar”, diz.

Embora o TikTok disponibilize uma ferramenta de marketing específica para empresas, a TikTok for Business, por enquanto ela está acessível apenas a grandes marcas. Segundo a assessoria de imprensa da plataforma, as ferramentas próprias para empresas de pequeno porte ainda não têm previsão para chegar ao Brasil.

Mas há muito a explorar entre os recursos gratuitos. Basta criar um perfil para o empreendimento e postar vídeos que tenham a linguagem certa.

Como usar o TikTok no seu negócio

  • Considere que está falando prioritariamente com jovens entre 16 e 24 anos. “Esse público gosta de consumir informações por meio de conteúdo rápido e bem humorado”, diz Noelio Lopes
  • Use filtros e recursos para deixar o vídeo mais ágil e divertido. Os mais assistidos são os que surpreendem os seguidores
  • Perca a vergonha de aparecer, pois o público gosta de conhecer quem são os donos dos negócios
  • Evite usar os vídeos do TikTok para falar de promoções pontuais. “A estratégia é estar próximo do cliente, sem que ele perceba que você está querendo vender”, afirma Lopes
  • Política, futebol e outros assuntos polêmicos que possam gerar discussões devem ficar fora dos posts. “Prefira falar sobre coisas motivacionais, saudáveis, sempre com linguagem bem leve. Polêmica, só se for divertida, sem qualquer implicação séria”,diz Lilian Marques, da iGUi
  • Mantenha perfis nas outras redes, pois cada uma tem uma função para as empresas. “O Facebook deve ser institucional, para apresentar a marca e promoções pontuais. No Instagram, mostre o dia a dia das ações das empresas de forma organizada, com fotos e vídeos de vivências reais, como se fosse uma vitrine, e reserve o TikTok para divertir o cliente”, explica ela
Fonte