Setor de óleo e gás: BofA vê desafios e corta preços-alvo de Ultrapar, Braskem e Petrobras

3 dias atrás 5

Group CopyGroup 5 CopyGroup 13 CopyGroup 5 Copy 2Group 6 Copy

Se por um lado os preços do petróleo no mercado vão apoiar as receitas, de outro, o ganho pode ser mitigado pela crise econômica e pela instabilidade política


Em uma grande revisão do setor de petróleo e gás da América Latina, o Bank of America (BofA) acredita que o ano de 2022 será desafiador. Se por um lado os preços do petróleo no mercado, com cotação estimada de US$ 85 o barril, vão apoiar as receitas, de outro, o ganho pode ser mitigado pela crise econômica e pela instabilidade política.

Mais do Valor Econômico

Agora Lives do Valor

Para os analistas, é potencialmente mais provável que a Dasa fique com os hospitais e os beneficiários sejam vendidos para outro player, como SulAmérica ou Bradesco Saúde

Há 4 minutos Empresas

Metal acumulou elevação de mais de 1% na semana

Há 15 minutos Finanças

Se por um lado os preços do petróleo no mercado vão apoiar as receitas, de outro, o ganho pode ser mitigado pela crise econômica e pela instabilidade política

Há 18 minutos Empresas

É preciso verificar qual a intenção das grandes empresas e se é um movimento que tem mudado as corporações como um todo, diz Ludmila Hasternreiter, criadora e diretora-executiva da Empoderamento Contábil, durante Live do Valor

Há 27 minutos Brasil

Representante do instituto admitiu que a inflação pode pressionar para baixo as vendas, mas, por outro lado, no fim de 2021, as famílias ainda contavam com auxílio emergencial do governo, o que eleva renda

Há 54 minutos Brasil

Estudo realizado na África do Sul se soma às evidências crescentes de que a nova variante pode ser menos virulenta do que as cepas anteriores

Há 1 hora Mundo

Nas últimas semanas, o governo de Mario Draghi tem introduzido uma série de medidas para conter o novo surto causado pela variante ômicron do coronavírus

Há 1 hora Mundo

De acordo com processo, o gigante criou programas secretos que diminuíam as vendas de algumas empresas e aumentavam os preços para os compradores. Além disso, embolsou a diferença de preços

Há 1 hora Empresas

Fabiano Contarato avalia que o decreto de Bolsonaro é uma medida com potencial de enfraquecer os mecanismos de proteção ao meio ambiente

Há 1 hora Política

Fonte