Série documental sobre Daniella Perez promete ser fiel aos autos do processo

1 mês atrás 21

Em cinco episódios, a série documental da HBO Max sobre o assassinato de Daniella Perez, ocorrido em dezembro de 1992, promete ser fiel aos autos do processo que levaram à prisão de Guilherme de Pádua, ex-par romântico da atriz na novela “De Corpo e Alma”, e da mulher dele à época, Paula Thomaz.

As gravações começaram nesta segunda (20), no Rio, e o ponto de partida é o relato de Glória Perez, mãe da vítima e autora da novela que trazia os dois no elenco. Raul Gazolla, o viúvo, e Wolf Maya, diretor da trama, também serão ouvidos, além de outros colegas e pessoas que trabalharam nas investigações.

BOM APETITE

Bem no dia em que a Record lança a 3ª temporada do Top Chef, sob o comando de Felipe Bronze, o Globo Repórter fará, no mesmo horário, uma edição especial sobre arroz e feijão, em suas diversas receitas, no prato do brasileiro. Aqui, Isabela Assumpção mostra o uso do feijão fradinho no recheio do acarajé.

AUDIÊNCIA

16,3 pontos
teve o Domingão com Huck, uma queda de 1,7 ponto em relação à estreia, duas semanas antes. O recorde do horário este ano ainda pertence a Fausto Silva, com mais de 21 pontos, em maio

13,3 pontos
registrou o Caldeirão com Mion no sábado (18): também houve queda em relação à estreia, aqui até maior, de 2,6 pontos, mas o placar ainda fica acima da média dos dois meses anteriores

Foto de Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Fonte