Rede dificulta substituição de notebook com defeito

1 semana atrás 17

A supervisora de atendimento Maria de Fátima Oliveira, 40 anos, moradora de Mogi das Cruzes (Grande SP), comprou um notebook da Lenovo no Carrefour. Segundo a leitora, o produto tem defeito, mas ela está com dificuldades para conseguir fazer a troca.

A compra foi feita na unidade da Vila Maria (zona norte), no dia 26 de agosto. Logo no primeiro uso, a consumidora diz que percebeu uma lentidão extrema no notebook para ligar e também para carregar uma página na internet.

“Porém, ao me dirigir até a loja física, eles se negaram a trocar. Cheguei a abrir uma reclamação no portal Consumidor.gov, pedindo o reembolso e devolução da mercadoria. A orientação foi procurar a assistência”, conta a leitora ao Agora.

Maria de Fátima diz que a loja alegou que o produto era ligado no ato da compra para teste, mas o problema ocorreu justamente depois do procedimento.

Ela chegou a entrar em contato com a fabricante, que orientou a levar o equipamento para assistência e verificou que o carregador estava com problema. Mas, mesmo assim, nada foi resolvido. “Ficamos rendidos aos procedimentos da empresa, que vendeu um produto com defeito. Estamos pagando e, desde o dia 26 de agosto, sem poder usar.”

Segundo Maria de Fátima, o notebook foi um presente de aniversário e era bastante aguardado pela leitora, que, atualmente, trabalha remotamente de casa. “Ele já saiu da loja com defeito, não foi nenhum tipo de mau uso”, conta.

Carrefour faz troca do produto

O Carrefour informa que concluiu o atendimento da leitora, que se mostrou satisfeita com a solução. “Como o produto estava novo, na caixa, sem uso e em perfeitas condições, a companhia realizou a troca por um voucher que foi usado pela cliente para a compra de um novo produto dentro de suas expectativas”, afirma. A Lenovo diz que orientou e acompanhou o caso, explicando que a garantia atua com o reparo. “Se não fosse a interferência do Agora, nosso caso não teria sido solucionado”, disse Maria.

Fonte