Queiroga diz que Doria faz palanque eleitoral com vacinas: 'Ele acha que isso vai tirá-lo dos 3%'

1 semana atrás 16

https://br.sputniknews.com/20220114/queiroga-diz-que-doria-faz-palanque-eleitoral-com-vacinas-ele-acha-que-isso-vai-tira-lo-dos-3-21035167.html

Queiroga diz que Doria faz palanque eleitoral com vacinas: 'Ele acha que isso vai tirá-lo dos 3%'

Queiroga diz que Doria faz palanque eleitoral com vacinas: 'Ele acha que isso vai tirá-lo dos 3%'

Ministro pega "pesado" com governador dizendo que mesmo fazendo campanha com as vacinas do governo federal, Doria não sairá dos 3% da intenção de votos para as... 14.01.2022, Sputnik Brasil

2022-01-14T18:50-0300

2022-01-14T18:50-0300

2022-01-14T18:56-0300

notícias do brasil

são paulo

psdb

vacina

joão doria

eleições

covid-19

novo coronavírus

marcelo queiroga

/html/head/meta[@name='og:title']/@content

/html/head/meta[@name='og:description']/@content

https://cdnnbr1.img.sputniknews.com/img/07e6/01/0e/21035140_0:63:3077:1794_1920x0_80_0_0_466b5ab4d90ca0df34ed0f719d3a99af.jpg.webp

Nesta sexta-feira (14), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, usou sua conta no Twitter para atacar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) em relação às vacinas.Para Queiroga, o fato de Doria ter feito evento para começar a vacinação de crianças em São Paulo hoje (14) mostra que o governador está usando a campanha como palanque político.Essa não é a primeira vez que Queiroga critica o governador de São Paulo publicamente. No final de dezembro, o ministro, como mencionado nesta postagem de hoje (12), disse que os "paulistas não mereciam governo tão medíocre", conforme noticiado.Apesar do chefe da Saúde acusar Doria de palanque, há rumores de que ele estaria usando sua gestão na pasta para alavancar uma possível candidatura ao governo de seu estado natal, a Paraíba. Na sequência de tweets, o ministro afirmou que "as vacinas pediátricas chegaram ao Brasil em tempo recorde! Logo após autorização da agência reguladora".A imunização de crianças no Brasil vem passando por diversas polêmicas. Além da própria negativa do presidente, Jair Bolsonaro (PL), quando ameaçou servidores da Anvisa após o órgão liberar a vacinação infantil, em um primeiro momento, Queiroga disse que as crianças só poderiam ser vacinadas com prescrição médica.

https://br.sputniknews.com/20220114/midia-centrao-articula-para-queiroga-nao-deixar-saude-e-causar-mais-desgaste-a-imagem-de-bolsonaro-21029953.html

https://br.sputniknews.com/20220114/crianca-indigena-e-a-1-vacinada-contra-a-covid-19-no-brasil-21030714.html

são paulo

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

2022

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

notícias

br_BR

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

https://cdnnbr1.img.sputniknews.com/img/07e6/01/0e/21035140_173:0:2904:2048_1920x0_80_0_0_75dae4679d1cab4813d5843636deeb00.jpg.webp

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

são paulo, psdb, vacina, joão doria, eleições, covid-19, novo coronavírus, marcelo queiroga

18:50 14.01.2022 (atualizado: 18:56 14.01.2022)

Ministro pega "pesado" com governador dizendo que mesmo fazendo campanha com as vacinas do governo federal, Doria não sairá dos 3% da intenção de votos para as eleições de 2022.

Nesta sexta-feira (14), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, usou sua conta no Twitter para atacar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) em relação às vacinas.

Para Queiroga, o fato de Doria ter feito evento para começar a vacinação de crianças em São Paulo hoje (14) mostra que o governador está usando a campanha como palanque político.

O político @jdoriajr subestima a população. Está com as vacinas do @govbr e do povo brasileiro em mãos fazendo palanque. Acha que isso vai tirá-lo dos 3%. Desista! Seu marketing não vai mudar a face da sua gestão. Os paulistas merecem alguém melhor.

— Marcelo Queiroga (@mqueiroga2) January 14, 2022

Essa não é a primeira vez que Queiroga critica o governador de São Paulo publicamente. No final de dezembro, o ministro, como mencionado nesta postagem de hoje (12), disse que os "paulistas não mereciam governo tão medíocre", conforme noticiado.

Apesar do chefe da Saúde acusar Doria de palanque, há rumores de que ele estaria usando sua gestão na pasta para alavancar uma possível candidatura ao governo de seu estado natal, a Paraíba.

Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (à esquerda) e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga (à direita) - Sputnik Brasil, 1920, 14.01.2022

Na sequência de tweets, o ministro afirmou que "as vacinas pediátricas chegaram ao Brasil em tempo recorde! Logo após autorização da agência reguladora".

As vacinas pediátricas chegaram ao Brasil em tempo recorde! Logo após autorização da agência reguladora a farmacêutica começou a produzir as doses e garantiu que esse era o melhor cronograma possível. O @minsaude garante que todos os pais que quiserem vacinar terão vacinas!

— Marcelo Queiroga (@mqueiroga2) January 14, 2022

A imunização de crianças no Brasil vem passando por diversas polêmicas. Além da própria negativa do presidente, Jair Bolsonaro (PL), quando ameaçou servidores da Anvisa após o órgão liberar a vacinação infantil, em um primeiro momento, Queiroga disse que as crianças só poderiam ser vacinadas com prescrição médica.

Em São Paulo, David Seremramiwe Xavante, indígena de 8 anos, é a primeira criança vacinada contra a COVID-19, em 14 de janeiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.01.2022

Fonte