Portugal, Irlanda e Suíça anunciam novas restrições a viajantes; exigências incluem teste para covid-19

1 mês atrás 36

Todos os viajantes que chegarem em Portugal e na Irlanda precisarão apresentar um teste negativo de covid-19, independente de estarem vacinados ou não. As regras mais rígidas foram anunciadas pelos dois países nesta terça-feira (30) para evitar a disseminação da variante ômicron do coronavírus.

Em Portugal, a exigência já começa a valer nesta quarta-feira (1), quando o país entra em seu segundo estado de emergência do ano para conter os casos da doença. O governo diz que as novas regras de entrada foram elaboradas antes dos primeiros casos da variante ômicron serem notificados no país nos últimos dias.

Em Portugal, passageiros que não apresentarem o resultado laboratorial negativo podem ser multados em até 800 euros — Foto: Imagem de LauraRinke por Pixabay/LauraRinke por Pixabay

Passageiros que não apresentarem um teste podem ser multados em até 800 euros (cerca de R$ 5 mil). E as companhias aéreas que transportarem passageiros não testados podem ser multadas em até 20 mil euros por pessoa (cerca de R$ 127 mil).

A Irlanda passa a adotar a mesma medida na próxima sexta-feira, de acordo com fontes da agência Bloomberg. A regra valerá também para os viajantes do Reino Unido.

As regras são similares nos dois países. Todos serão obrigados a apresentar um teste PCR negativo feito, no máximo, 72 horas antes da viagem. Os testes de antígenos são aceitos, mas devem ser feitos 48 horas antes da viagem.

O governo da Suíça adotará a mesma medida a partir desta quarta-feira (1º) para passageiros provenientes de Canadá, Japão, Níger e Portugal. A regra já está em vigor para viajantes da África, da Bélgica e de Israel, países que já reportaram casos da variante ômicron. Eles também serão orientados a cumprir uma quarentena de 10 dias.

Fonte