Philip Morris é condenada na França por promoção ilegal de cigarro eletrônico

1 mês atrás 28

A subsidiária francesa da Philip Morris foi condenada nesta sexta-feira (3) por um tribunal de Paris a pagar multa de 75 mil euros (R$ 480 mil) por publicidade ilegal de seu dispositivo de cigarro eletrônico Iqos.

A Philip Morris também terá que pagar 55 mil euros (R$ 350 mil) em danos e custas judiciais a cada uma das duas associações antitabagismo que processaram a empresa.

O Iqos é comercializado na França desde 2017 e funciona com refil de tabaco misturado a glicerina e aquecido eletricamente.

Para o Comitê Nacional contra o Tabagismo, a Philip Morris adotou uma estratégia de marketing muito agressiva na internet e nos pontos de venda para promover o produto, enquanto a publicidade de tabaco, independentemente do meio, é estritamente proibida. A Philip Morris estuda recorrer da decisão.

com Ricardo Balthazar (interino), Andressa Motter e Ana Paula Branco

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte