PF e Forças Armadas realizam operação conjunta contra garimpo ilegal na Amazônia (VÍDEO)

1 mês atrás 35

https://br.sputniknews.com/20211128/pf-e-forcas-armadas-realizam-operacao-conjunta-contra-garimpo-ilegal-na-amazonia-video-20397347.html

PF e Forças Armadas realizam operação conjunta contra garimpo ilegal na Amazônia (VÍDEO)

PF e Forças Armadas realizam operação conjunta contra garimpo ilegal na Amazônia (VÍDEO)

Uma operação contra o garimpo ilegal no rio Madeira resultou em destruição de 69 dragas, a prisão de um garimpeiro e apreensão de ouro. 28.11.2021, Sputnik Brasil

2021-11-28T08:23-0300

2021-11-28T08:23-0300

2021-11-28T08:23-0300

notícias do brasil

marinha

polícia federal

ouro

amazônia

garimpeiros

garimpo

força nacional

/html/head/meta[@name='og:title']/@content

/html/head/meta[@name='og:description']/@content

https://cdnnbr1.img.sputniknews.com/img/07e5/0a/0c/18114702_0:160:3075:1889_1920x0_80_0_0_7c6b188d37a958e8c47f75d7bb3a846a.jpg.webp

No sábado (27), a Polícia Federal (PF), em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Força Nacional e a Marinha, realizaram uma operação contra o garimpo ilegal no rio Madeira, na Amazônia.O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, revelou que 69 dragas foram destruídas, indica o Poder360.As embarcações estavam abandonadas no rio e apenas um garimpeiro foi encontrado e detido. O ouro foi apreendido, segundo G1.O portal informou que duas lanchas rápidas da PF saíram na frente do comboio para evitar uma eventual debandada dos garimpeiros.Nas últimas semanas, centenas de balsas e dragas atracaram em um único ponto do rio Madeira para exploração em massa de ouro. O garimpo ilegal ocorre próximo à comunidade de Rosário, no município de Autazes, distante 113 quilômetros de Manaus.A mobilização no rio Madeira se deve à notícia que correu entre os garimpeiros de que teria sido encontrado um grande volume de ouro no local.Na sexta-feira (26), os garimpeiros se dispersaram do local, mas alguns continuaram operando de forma ilegal.

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

2021

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

notícias

br_BR

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

https://cdnnbr1.img.sputniknews.com/img/07e5/0a/0c/18114702_171:0:2902:2048_1920x0_80_0_0_9817d7b8de4a39271cde7acdc86eb2df.jpg.webp

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

marinha, polícia federal, ouro, amazônia, garimpeiros, garimpo, força nacional

Uma operação contra o garimpo ilegal no rio Madeira resultou em destruição de 69 dragas, a prisão de um garimpeiro e apreensão de ouro.

No sábado (27), a Polícia Federal (PF), em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Força Nacional e a Marinha, realizaram uma operação contra o garimpo ilegal no rio Madeira, na Amazônia.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, revelou que 69 dragas foram destruídas, indica o Poder360.

As embarcações estavam abandonadas no rio e apenas um garimpeiro foi encontrado e detido. O ouro foi apreendido, segundo G1.

O portal informou que duas lanchas rápidas da PF saíram na frente do comboio para evitar uma eventual debandada dos garimpeiros.

Nas últimas semanas, centenas de balsas e dragas atracaram em um único ponto do rio Madeira para exploração em massa de ouro. O garimpo ilegal ocorre próximo à comunidade de Rosário, no município de Autazes, distante 113 quilômetros de Manaus.

A mobilização no rio Madeira se deve à notícia que correu entre os garimpeiros de que teria sido encontrado um grande volume de ouro no local.

Na sexta-feira (26), os garimpeiros se dispersaram do local, mas alguns continuaram operando de forma ilegal.

Fonte