Pesquisa: Bolsonaro é ruim ou péssimo para 57%; aprovação chega à mínima de 22%

1 semana atrás 16

Por

iG Último Segundo

| 25/11/2021 21:51

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Nova  pesquisa realizada pelo PoderData mostra que a parcela da população que considera o trabalho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) "bom" ou "ótimo" chegou à mínima de 22%. O estudo foi feito nesta semana, entre os dias 22 e 24 de novembro.

As pessoas que consideram o mandatário "ruim" ou "péssimo" continuaram nos mesmos 57%, como na pesquisa anterior. Os que consideram o presidente "regular" são 16%, enquanto outros 4% não souberam responder. Todos os índices têm margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A taxa da  avaliação negativa de Bolsonaro coloca o presidente em seu pior saldo desde abril de 2020, segundo o mesmo estudo. Agora, a diferença entre os que consideram o chefe do Executivo "ótimo" ou "bom" e "ruim" ou "péssimo" é de 35 pontos percentuais, enquanto na última rodada era de 33.

Para coletar os dados, foram ouvidos 2.500 entrevistados em 459 municípios das 27 unidades da Federação.

Destaques

  • 29% dos homens consideram Bolsonaro “ótimo” ou “bom”;
  • 67% das pessoas com ensino superior acham o presidente “ruim” ou “péssimo”;
  • 67% dos moradores do Nordeste consideram Bolsonaro “ruim” ou “péssimo”;
  • 30% dos moradores do Norte acham “ótimo” ou “bom”.

Avaliação do governo

De acordo com o mesmo estudo, os números mostram uma queda de 5 pontos percentuais na desaprovação do governo federal como um todo, tendo chegado aos 56%. A aprovação está nos 33%, tendo aumentado 2 pontos desde a última pesquisa.

Como na avaliação de Bolsonaro, o governo é melhor avaliado entre homens (43%) e moradores da região Norte (49%). Já a desaprovação, é maior entre mulheres (60%) e moradores do Nordeste (61%). 

Veja Também

Fonte