Os 10 melhores carros para fazer Uber e apps de viagem

1 mês atrás 29

Com a dificuldade imposta pela pandemia e com o alto preço dos combustíveis, os apps de carona e viagem se tornaram opções viáveis para quem precisa se locomover com segurança e conforto e não pode dispor de um valor para a compra de um veículo. Pelo outro lado, esse serviço acabou virando uma opção para pessoas que procuram emprego e uma maneira de ganhar a vida utilizando seu próprio automóvel, veículo alugado ou financiado. 

As opções são variadas, como o Uber, mais famoso dos apps; 99 e até Maxim. Todos com suas peculiaridades e diferenciais para os clientes. Mas, de modo resumido, eles funcionam de modo parecido. Do ponto de vista do motorista, esses apps vêm para ser uma alternativa de emprego rentável e interessante. Existem casos em que a função acabou se tornando a principal ocupação, mas existem outras pessoas que fazem algumas corridas para tirar uma grana extra. Com carro na garagem, muitas vezes ocioso, utilizá-lo para fazer dinheiro é bastante atraente.

Entretanto, existem diversas maneiras de se começar nessa carreira. Uma opção que se tornou muito viável entre os motoristas é o aluguel de carros. Por uma mensalidade que, em muitos casos, é até mais barata do que a de um financiamento, diversos profissionais conseguem efetuar suas corridas, tendo que se preocupar apenas com os gastos de combustível e limpeza do automóvel, já que a manutenção preventiva fica por conta das locadoras.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Mas é claro que tem quem queira comprar o próprio carro e usar parte do valor obtido no serviço para pagá-lo. E é nesse momento que o motorista precisa ter muita atenção e escolher o modelo certo. Itens como conforto, tecnologia, segurança, usabilidade e consumo de combustível muitas vezes são até mais importantes do que o preço cheio do carro. E essa é uma hora em que o design, por exemplo, fica em último plano.

Aqui no Canaltech nós já avaliamos muitos modelos de automóveis e tantos outros virão. No entanto, nem sempre os melhores carros sob o ponto de vista tecnológico ou de inovação são os mais indicados para se trabalhar nos aplicativos de carona. Sendo assim, listamos aqui os melhores carros para fazer corridas no Uber e outros apps de viagem, sempre separando pelas categorias oferecidas, tendo como base os níveis oferecidos pela Uber, como o Uber Black e o Uber X, para citar algumas.

10. Caoa Chery Arrizo 5 (Uber Comfort e X)

Ótima opção de sedã espaçoso e com motor econômico, o Arrizo 5 pode ser um ótimo produto para quem quer trabalhar com Uber e também ter um automóvel de passeio para o uso cotidiano. Seu motor 1.5 de 150 cv, aliado ao câmbio CVT, traz muita agilidade e médias de consumo na casa dos 8 km/l quando abastecido com etanol.

Por seu porte e desempenho, o Arrizo 5 acaba se colocando como uma alternativa a modelos já consagrados do mercado, mas que custam mais caro, casos do novo Nissan Versa e até mesmo do Toyota Corolla.

(Imagem: Divulgação/ Caoa Chery)

Para adquirir um modelo 0km, o valor é de R$ 90.490. Não há informações sobre a disponibilidade desse carro em locadoras.

9. Nissan Kicks (Uber Black, Comfort e X)

O SUV compacto da Nissan tem um ótimo espaço interno e pacote de equipamentos que o qualifica para ser utilizado desde os níveis mais básicos dos serviços de carona, até os mais elevados, como o Uber Black. Em sua variante topo de gama, a Exclusive, ele dispõe de ar-condicionado digital, frenagem automática de emergência e até sensor de ponto cego. Mas uma opção intermediária da gama já resolveria para o trabalho.

(Foto: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Para comprar o Nissan Kicks, existem versões a partir de R_jobs(data.conteudo)nbsp;99.240. Mas se você optar pela locação, as diárias podem variar de R$ 100 a R$ 150. 

8. Fiat Grand Siena 1.4 (Uber X e Comfort)

O Fiat Grand Siena é um sobrevivente em meio à gama de carros da Fiat. Claramente defasado com relação ao outro sedã da marca, o Cronos, ele é um dos automóveis mais utilizados pelos motoristas de Uber pelo Brasil. O motivo: confiabilidade, conforto e economia de combustível.

(Imagem: Fiat)

Com manutenção baixa e motor confiável, o valente 1.4 Fire, o Siena faz a alegria dos usuários justamente por não dar trabalho nesse aspecto. Além disso, seu porte é muito interessante, fazendo com que os clientes possam viajar com relativo conforto. Já no campo do consumo, a média com etanol neste motor fica na casa dos 9km/l e 12km/l com gasolina.

Hoje, esse automóvel não é mais vendido pela Fiat como 0km, mas pode ser encontrado como seminovo por volta dos R$ 55 mil, a depender do estado de conservação e ano de fabricação.

7. Chevrolet Onix Joy/Joy Plus (Uber X e Comfort)

Se o Chevrolet Onix é um dos carros mais vendido do Brasil na atualidade, parte disso tem a ver com sua linha de entrada chamada de Joy. E quem usa o Uber sabe: o serviço está repleto desses automóveis, tanto na versão Hatch, que manteve a nomenclatura Onix, quanto na sedã, que aposentou o Prisma e agora é chamada de Joy Plus.

(Imagem: Chevrolet)

O Onix Joy é um automóvel extremamente confiável e tem conforto de bom nível para seu porte e proposta. Mesmo disponível com apenas uma motorização (1.0 de 80cv), ele acaba se tornanto uma boa opção porque esse propulsor é muito competente e, para o que o motorista de Uber precisa, dá e sobra. Seu consumo fica na casa dos 10km/l no etanol o que, claro, também é atrativo.

Outra vantagem desse modelo é que ele vem preparado para uma das versões da central multimídia My Link, que certamente facilita para o motorista na hora de definir rotas.

O Onix Joy pode ser adquirido por a partir de R$ 60.890 e o Joy Plus por a partir de R$ 61.890. Nas locadoras, seu padrão pode ser alugado por pouco mais de R_jobs(data.conteudo)nbsp;2 mil mensais.

6. Ford Ka/ Ka+ (UberX/ Comfort)

Figurinha carimbada entre os motoristas de Uber, o Ka é um produto dos mais completos e eficientes para o trabalho. Seu motor 1.0 é o mais potente entre os concorrentes aspirados, oferecendo 85cv e um consumo de 9,5km/l no etanol.

(Imagem: Ford)

Seus diferenciais, além da motorização, são o espaço interno e a direção elétrica, que é bem calibrada e proporciona muito conforto para quem precisa manobrar o dia inteiro. Além disso, de série, ele também oferece ar-condicionado e rádio com Bluetooth. Já o Ka+, a versão sedã do compacto, além de excelente espaço interno e os itens de série, ostenta um dos maiores porta-malas do segmento: 445 litros.

Pelo comportamento dinâmico e o custo-benefício, o Ka certamente é uma das opções mais viáveis. Sua manutenção, como todo carro nessa categoria, é bem "suave" e não vai te trazer maiores problemas em eventuais defeitos.

Infelizmente, o Ford Ka não é mais fabricado no Brasil, mas pode ser encontrado em lojas e concessionárias como seminovo. Para adquirir um Ford Ka 1.0, o preço inicial varia entre R$ 50 e R$ 55 mil. Já a variante sedã pode ser comprada por a partir de R$ 60 mil, dependendo do ano e conservação. Nas locadoras, seu valor fica em torno de R_jobs(data.conteudo)nbsp;90 por dia.

5. Renault Duster (Uber Black, Comfort e X)

Já avaliado pelo Canaltech, o Renault Duster surpreende por ser um SUV compacto com preço atraente e que pode servir para o uso em apps de carona. Seu motor é o consagrado 1.6 da Renault, que no SUV entrega 120cv, 16,2 kgf/m de torque e consumo na casa dos 8,0 km/l quando abastecido no etanol. Isso é possível, em partes, pelo peso leve do automóvel mas também pelo câmbio automático CVT, o mesmo usado no Nissan Kicks.

(Imagem: Divulgação/Renault)

Para o uso em apps, o Duster vale a pena por ser confortável, já que, normalmente, os motoristas puxam o banco da frente para dar mais espaço aos usuários, ampliando a sensação de bem estar na cabine. Além disso, sua confiabilidade mecânica é um atrativo a mais.

O Renault Duster pode ser comprado por preços que partem de R$ 94.690. Em locadoras, sua diária pode custar entre R$ 100 a R$ 150. 

4. Toyota Corolla GLi (Uber Black)

Muitos motoristas ainda torcem o nariz para colocar carros como o Corolla para rodar no Uber e apps de viagem. Mas vejamos os lados positivos de utilizar um produto desses para rodar o dia todo.

A demanda do Uber Black é bem menor do que a do Uber X, portanto o motorista deve adotar uma outra estratégia de logística e posicionamento nas ruas para poder buscar mais clientes. Rodar por perto de locais de alto poder aquisitivo e com muitas empresas certamente te dará muito mais corridas e fará seu Corolla trabalhar muito mais.

(Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Mas o ponto aqui é que, mesmo sendo a versão de entrada, o Corolla GLi dispõe do mesmo acabamento das versões mais caras e o conforto, isolamento acústico e motorização também não diferem do modelo Altis. No campo da segurança, idem, já que os 7 airbags são de série. O que muda, claro, é o pacote tecnológico.

O motor 2.0 de 177 cv tem consumo muito satisfatório, marcando 9km/l no etanol, como já mostramos em nossas avaliações no Canaltech. E caso você opte por um modelo de locadora, gastos como seguro e manutenção não existirão.

Desnecessário dizer que o cliente, ao entrar em um Uber que está munido de um Corolla, certamente avaliará de modo mais positivo e pode colocar o motorista em um posicionamento melhor dentro da plataforma.

Só há vantagens em se ter um Corolla, mesmo para o trabalho.

Para comprar um Corolla GLi, o preço parte de R$ 123.790. Nas locadoras, pode variar de R$ 2.500 a R$ 3.500 mensais.

3. Fiat Argo 1.0 (Uber X)

O Fiat Argo 1.0 entra na lista por quase os mesmos motivos dos demais modelos que vamos abordar por aqui. Mas, por ser um carro de concepção um pouco mais moderna do que os demais hatches do mercado, algumas vantagens chamam a atenção. A primeira é a motorização 1.0 Firefly, que é uma das mais eficientes dentro dessa categoria.

Fiat Argo com nova identidade visual (Imagem: Fiat)

Com 77cv e 10,9 kgf/m de torque, o modelo de entrada da linha Argo se mostra ágil, confortável e econômico. O consumo fica na casa dos 10km/l e seu rodar é um dos mais macios da categoria, com uma suspensão bem macia e que absorve bem os impactos das nossas ruas. De todos os carros que já andamos com Uber, é um dos mais confortáveis.

O Argo também é preparado para receber o kit multimídia uConnect e dispõe de direção elétrica, ar condicionado e vidros elétricos de série.

O Fiat Argo 1.0 2022 pode ser encontrado a partir de R$ 63.690. Seu preço mensal nas locadoras fica na casa dos R_jobs(data.conteudo)nbsp;2 mil mensais.

2. Nissan V-Drive 1.0/Antigo Versa (Uber X/ Comfort)

A Nissan recentemente lançou a nova geração do Versa, que trouxe muitas mudanças tecnológicas e colocou, de fato, o carro em outro patamar dentro de sua categoria. No entanto, a montadora japonesa, de modo muito inteligente, manteve a versão antiga do carro, rebatizando-a de V-Drive. Uma tacada de mestre.

(Imagem: Nissan)

Isso porque o V-Drive entrega aos motoristas de Uber espaço, excelente consumo de combustível e confiabilidade mecânica para desempenharem sua profissão com segurança, conforto e custo-benefício. No caso da versão 1.0, temos um motor de 77cv e 10kgf/m de torque. O consumo médio pode ficar na casa dos 10km/l no etanol e o câmbio é sempre o manual de cinco marchas, muito embora na versão 1.6 possamos colocar o CVT, que garante conforto e economia.

Mas o V-Drive brilha mesmo é no conforto. Seu entre-eixos é de 2,6m, um dos maiores da categoria, e o porta-malas é de 460 litros. Itens como ar-condicionado, airbags frontais e vidros elétricos dianteiros são de série.

Para comprar um Nissan V-Drive, o preço parte de R$ 66.650. Nas locadoras, ele ainda é encontrado em sua versão antiga, chamada de Versa, com mensalidades de R$ 2 mil em média.

1. Renault Logan 1.6 (UberX/ Comfort)

Único compacto da lista com motorização 1.6, o Renault Logan é o guerreiro ideal para você colocar para trabalhar em nossas ruas. Por mais que os outros concorrentes até tenham versões mais potentes, o Logan se sobressai por ter um motor ágil, extremamente econômico e o principal: o preço altamente competitivo.

(Imagem: Renault)

Seu propulsor é de fácil manutenção e extremamente durável, acabando com a fama ruim de carros franceses. Aqui no Canaltech tivemos a chance de experimentar o Sandero de mesma motorização, que proporciona comportamento similar. Os números: 118cv, 16 kgf/m de torque e consumo de 10 km/l em média com etanol. Nada mal.

Isso sem falar no espaço e itens de série. Seu entre-eixos é de invejáveis 2,63 e o porta-malas ostenta 510 litros. Também há direção eletro-hidráulica e kit multimídia com espelhamento patra Android Auto e Apple Car Play.

O preço? R$ 77.075. Caso opte pela versão com câmbio CVT, é possível adquiri-lo por R$ 77.120. Nas locadoras, o preço da mensalidade pode varias de R$ 2 mil a R$ 2.500.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte