No Amapá, Bolsonaro lança projeto que leva fibra ótica a 1 milhão de pessoas

1 semana atrás 21

https://br.sputniknews.com/20220114/no-amapa-bolsonaro-lanca-projeto-que-leva-fibra-otica-a-1-milhao-de-pessoas-21035377.html

No Amapá, Bolsonaro lança projeto que leva fibra ótica a 1 milhão de pessoas

No Amapá, Bolsonaro lança projeto que leva fibra ótica a 1 milhão de pessoas

Jair Bolsonaro participou hoje (14) do lançamento de um projeto para implantar cabos de fibra ótica entre os municípios de Macapá, no Amapá, e Santarém, no... 14.01.2022, Sputnik Brasil

2022-01-14T19:06-0300

2022-01-14T19:06-0300

2022-01-14T19:06-0300

notícias do brasil

internet

américa do sul

fibra ótica

novas tecnologias

tecnologia 5g

pará

américas

amazônia

5g

/html/head/meta[@name='og:title']/@content

/html/head/meta[@name='og:description']/@content

https://cdnnbr1.img.sputniknews.com/img/07e6/01/05/20922752_0:150:2000:1275_1920x0_80_0_0_55572899888c0618fd83b31bf6f3eae5.jpg.webp

A implantação dos cabos da chamada Infovia 00 faz parte do Programa Norte Conectado, uma ação para levar Internet de alta velocidade a comunidades da região.Além de Macapá e Santarém, o cabo vai passar também pelos municípios paraenses de Alemquer, Almeirim e Monte Alegre. A perspectiva é que cerca de um milhão de pessoas sejam beneficiadas com a fibra ótica, escreve a Agência Brasil.Além da instalação de pontos de acesso wi-fi gratuito em praças, a Internet de alta velocidade também será disponibilizada para 86 instituições de ensino, saúde e segurança pública.O lançamento subfluvial da rede ocorre em janeiro por se tratar da época do ano em que o leito do rio está mais propício para este tipo de serviço. Os cabos são transportados em uma espécie de balsa, erguidos por um guindaste e depois colocados em uma estrutura que vai depositá-los no leito dos rios. No total, serão lançados 770 km de cabos.Os cabos de fibra vão se ligar ao linhão de energia elétrica de Tucuruí, no Amapá, e ao linhão da Eletronorte, em Santarém. O custo estimado é de R$ 94 milhões e a previsão é que a implantação da fibra ótica termine no final de março.Bolsonaro participou da cerimônia acompanhado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. Segundo o ministro, na implantação do programa, serão R$ 1,5 bilhão de investimentos com recursos oriundos principalmente do edital de concessão da tecnologia 5G. A estimativa é que 10 milhões de habitantes sejam beneficiados.No total, serão mais de 12 mil km de fibra ótica implantadas nos leitos dos rios da Amazônia e atendendo 58 municípios de seis estados da região (Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima).

américa do sul

pará

brasil

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

2022

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

notícias

br_BR

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

https://cdnnbr1.img.sputniknews.com/img/07e6/01/05/20922752_50:0:1950:1425_1920x0_80_0_0_51fb54fbeece6763dbb534a019680afa.jpg.webp

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

internet, américa do sul, fibra ótica, novas tecnologias, tecnologia 5g, pará, américas, amazônia, 5g, brasil

Jair Bolsonaro participou hoje (14) do lançamento de um projeto para implantar cabos de fibra ótica entre os municípios de Macapá, no Amapá, e Santarém, no Pará.

A implantação dos cabos da chamada Infovia 00 faz parte do Programa Norte Conectado, uma ação para levar Internet de alta velocidade a comunidades da região.

Além de Macapá e Santarém, o cabo vai passar também pelos municípios paraenses de Alemquer, Almeirim e Monte Alegre. A perspectiva é que cerca de um milhão de pessoas sejam beneficiadas com a fibra ótica, escreve a Agência Brasil.

Além da instalação de pontos de acesso wi-fi gratuito em praças, a Internet de alta velocidade também será disponibilizada para 86 instituições de ensino, saúde e segurança pública.

O lançamento subfluvial da rede ocorre em janeiro por se tratar da época do ano em que o leito do rio está mais propício para este tipo de serviço.

Os cabos são transportados em uma espécie de balsa, erguidos por um guindaste e depois colocados em uma estrutura que vai depositá-los no leito dos rios. No total, serão lançados 770 km de cabos.

Os cabos de fibra vão se ligar ao linhão de energia elétrica de Tucuruí, no Amapá, e ao linhão da Eletronorte, em Santarém. O custo estimado é de R$ 94 milhões e a previsão é que a implantação da fibra ótica termine no final de março.

Bolsonaro participou da cerimônia acompanhado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria. Segundo o ministro, na implantação do programa, serão R$ 1,5 bilhão de investimentos com recursos oriundos principalmente do edital de concessão da tecnologia 5G. A estimativa é que 10 milhões de habitantes sejam beneficiados.

No total, serão mais de 12 mil km de fibra ótica implantadas nos leitos dos rios da Amazônia e atendendo 58 municípios de seis estados da região (Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima).

"O lançamento desse cabo submerso que vai conectar toda a região norte do Brasil, vai trazer Internet para todos vocês", disse Bolsonaro durante a cerimônia.

Fonte