'Missa da Meia-Noite' é perfeita para quem gosta de 'Entrevista com o Vampiro'

1 semana atrás 10

Notícia

Série da Netflix apresenta personagens aprofundados e dramas complexos em história de terror gótica

Por Daniel Reininger

14/10/2021 - Atualizado há 6 minutos

Reflexão ambiciosa sobre a dor e a fé de forma perturbadora, Missa da Meia-Noite é um ótimo exemplo de como o melhor do terror é sobre atmosfera e não sobre sustos gratuitos.  

Essa obra sobre vampiros tem clara inspiração nas obras de Anne Rice (Entrevista com o Vampiro), ao tratar de religião, luto, aceitação, amor, ódio, orgulho e manipulação. Não é a toa que a série se tornou um sucesso da Netflix.

Missa da Meia-Noite

O aclamado escritor e diretor Mike Flanagan, de Doutor Sono e a Maldição da Residência Hill, cria sua própria obra aterrorizante na série dividida em sete partes da Netflix.

Livre das amarras criativas de adaptar histórias de outras pessoas , Flanagan elaborou seu trabalho mais profundo, pessoal e assustador até então. Com alguns episódios de mais de uma hora de duração, há momentos em que a Missa da Meia-Noite pode parecer um pouco longa demais, porém essa falta de pressa é crucial para o programa funcionar, ao permitir um maior desenvolvimento dos personagens.

Situado na comunidade isolada de Crockett Island, um local sinistro e decadente. Aqui, encontramos personagens memoráveis, como nosso protagonista é Riley Flynn (Zach Gilford), que retorna para casa após uma longa ausência devido a um trágico acidente.  

Gilford tem uma atuação reservada, mas poderosa, enquanto seu personagem luta contra questões avassaladoras e uma depressão profunda. Tudo muda para ele, e também na cidade, quando somos apresentados ao novo padre local, Paul (Hamish Linklater), que passa a trazer esperança à todos.

Essa é a premissa básica, mas tudo se torna cada vez mais misterioso, complicado e instigante conforme os capítulos passam.

Cena de Missa da Meia-Noite, com padre e Riley em uma de suas discussõesReprodução

Opinião

A série ganha muito quando Riley desafia o Padre Paul a explicar algumas das questões teológicas mais complicadas durante seus encontros semanais. O rapaz quer saber, por exemplo, como por que Deus permite que coisas ruins aconteçam a pessoas boas? Essa é apenas uma das muitas questões discutidas na trama.

A minissérie brinca habilmente com várias formas de horror, desde o sobrenatural, até aqueles nascidos da natureza humana: fanatismo, corrupção e ciúme.  

Flanagan continua a provar que não é apenas um escritor talentoso, mas também um diretor inspirado Seu uso de longas tomadas durante as conversas cria uma sensação de realismo, enquanto suas tomadas da paisagem apodrecida da Ilha de Crockett garantem uma atmosfera de decadência e medo.A música também contribui, desde as canções folclóricas sombrias a hinos instrumentais sendo tocados ao fundo.  

Sem falar que Missa da Meia-Noite está repleta de excelentes atores, incluindo Kate Siegel (Hush), Annabeth Gish (Arquivo X) e Michael Trucco (Battlestar Galactica), entre outros. Todos possuem seu momento para brilhar, de modo que, quando você chega aos três episódios finais, que são insanos, há uma profunda sensação de conexão com esse grupo de pessoas.

Repleto de personagens atraentes, mitos, vampiros e terror sobrenatural e humano, Missa da Meia-Noiteé uma história profundamente pessoal, que trata de questões teológicas complexas de uma forma envolvente.

E se você gosta dos personagens atormentados e cativantes de Entrevista com o Vampiro, vai gostar de ver algo similar nessa trama perturbadora da Netflix.

Elenco e personagens

O programa conta com:

  • Kate Siegel como Erin Greene, a namorada de infância de Riley, agora é professora na Ilha Crockett. Ela está grávida.
     
  • Zach Gilford como Riley Flynn, um corretor do mercado financeiro de risco que retorna à sua cidade natal, Crockett Island, depois de passar quatro anos na prisão por matar uma mulher em um acidente de carro.
     
  • Kristin Lehman como Annie Flynn, a mãe devota e misericordiosa de Riley.
  • Samantha Sloyan como Bev Keane, membro autoritário da Igreja local e uma figura influente na comunidade.
  • Igby Rigney como Warren Flynn, irmão adolescente de Riley que serve como coroinha na igreja.
  • Rahul Kohli como o xerife Hassan, xerife muçulmano da Ilha de Crockett, que acha difícil se encaixar na população predominantemente cristã.
     
  • Annarah Cymone como Leeza Scarborough, a filha devota do prefeito que usa uma cadeira de rodas após um ferimento.
  • Annabeth Gish como a Dra. Sarah Gunning, a médica local da cidade e amiga íntima de Erin.
Cena de Missa da Meia-NoiteReprodução

Assista

Essa série é para quem gosta de vampiros, horror e personagens conflituosos. Vale muito à pena assistir. Ela está disponível na Netflix. Veja o trailer:

Veja mais

"'Halloween Kills' escorrega em detalhes do roteiro, mas domina com violência gráfica"

HALLOWEEN KILLS - O TERROR CONTINUA

'Fundação' é série mais ambiciosa já feita e deixa 'GOT' no chinelo

Obra-prima de Isaac Asimov é finalmente levada às telas

10 séries de terror no streaming que vão te fazer tremer

Está em busca de uma série que realmente vai te dar medo? A gente te indica algumas!

Fonte