Maior ídolo da história da Udinese rasgou oferta de lendária Juventus e desistiu de aposentadoria para cumprir sonho do pai

1 semana atrás 9

Ex-atacante se aposentou na temporada 2015-16, mas escreveu o nome na história da Udinese e do Campeonato Italiano


Juventus e Udinese se enfrentam neste sábado (15), às 16h45, pela 22ª rodada do Campeonato Italiano. E a partida entre as duas equipes, que terá transmissão pela ESPN no Star+, une um nome no passado: Antonio Di Natale.

Maior artilheiro da história da Udinese com 227 gols e jogador com mais partidas pelo clube, com 445, o ex-atacante, símbolo do futebol italiano, esteve perto da Velha Senhora em 2009.

Na ocasião, o artilheiro e ídolo da equipe de Udine recebeu carta branca da diretoria para se transferir à gigante de Turim. No entanto, surpreendeu a todos, rasgou a oferta e ficou no clube que o marcou para sempre.

Se eu me arrependo de ter rejeitado a Juventus? Absolutamente não. Foi uma escolha de vida, com meu coração. Eu queria permanecer em Udine com a minha família. Algumas pessoas tentam me fazer de estúpido, mas, se eu pudesse, rejeitaria a proposta do mesmo jeito que fiz", afirmou Di Natala na época.

"Na Juventus, não chegaria a 209 gols na Serie A. Quando eu vejo meu nome ao lado de Totti, Roberto Baggio e outros craques, eu percebo que fiz algo de bom na minha carreira”.

“Todo mundo gostaria de jogar nesta Juve de hoje (2009), com Pjanic, Higuaín e Dybala, que parece um Messi mais novo. Eu joguei contra ele, é fenomenal. Na próxima temporada, acho que vai vestir a 10, ele é perfeito para o número. A camisa 10 é como uma Ferrari: nem todos sabem como usá-la. Acho que ele se sobressairá com Higuaín, deve ser divertido jogar ao lado de Dybala, como era comigo quando joguei com o Alexis Sánchez”.

Cumprindo sonho do pai antes de se aposentar

Revelado pelo Empoli, Di Natale chegou à Udinese na temporada 2004-05 para nunca mais sair. E não somente isso. Chegou para se tornar o maior jogador da história do clube e entrar para a história.

Além de escrever o nome no clube alvinegro, o artilheiro também está nas páginas do Campeonato Italiano. Di Natale é o maior artilheiro da história da liga.

Atrás apenas de nomes como Totti e Giuseppe Meazza, o centroavante ostenta a marca de estar à frente do lendário Roberto Baggio.

E, para passar o ex-meia da seleção italiana, Di Natale desistiu da aposentadoria para cumprir o sonho do pai: passar Baggio no ranking.

Pela seleção italiana, também marcou seu nome. Ao todo, jogou duas vezes a Eurocopa, em 2008 e 2012, além de disputar a Copa do Mundo em 2010.

Fonte