Iate virtual do Metaverso é vendido por R$ 3,6 milhões

1 mês atrás 30

publicado em

30 de novembro de 2021 @ 14:10

atualizado em

30 de novembro de 2021 @ 13:38

Heliporto, cabine de DJ, banheira de hidromassagem. Essas são só algumas das facilidades do The Metaflower Super Mega Yacht, iate de luxo vendido por nada menos que US$ 650 mil — algo em torno dos R$ 3,6 milhões.

O anúncio da venda seria apenas mais um caso de extravagância de algum multimilionário, não fosse uma característica peculiar da tal embarcação: ela não existe no mundo real. O iate foi criado pela Republic Realm, empresa especializada em desenhar objetos usados no Metaverso. O tal iate de luxo, por exemplo, foi criado para o jogo The Sandbox.

The Sandbox é um mundo virtual onde os jogadores podem construir, comprar/vender e monetizar suas experiências de jogo. Quem joga podem criar ativos digitais, como NFTs, e carregá-los no mercado interno do game. Jogadores que possuem areia, o principal token de utilidade da plataforma, podem participar do governo desse mundo fictício — feito por uma organização autônoma descentralizada.

Após ser comprado, o iate se tornou um dos tokens não fungíveis (NFTs, na sigla em inglês) mais caros já vendido no mundo virtual.

“Este leilão marca o preço mais alto pago por um NFT de The Sandbox, e é um momento emocionante para todos os membros da comunidade Fantasy”, declarou a Republic Realm.

Congrats to the new owner of The Metaflower NFT Super Mega Yacht on making metaverse NFT history. This auction marks the highest price paid for a @TheSandboxGame NFT asset at 149 ETH ($650,000), and an exciting time for every member of the Fantasy Community. pic.twitter.com/Nl0278JbOT

— Republic Realm (@joinrepublic_re) November 24, 2021

Além do barco, a Republic Realm também desenvolveu uma coleção de luxo para o The Sandbox, chamada The Fantasy Collection. Ela inclui NFTs de jet skis, lanchas e até mesmo uma ilha particular.

Assine a newsletter do Gizmodo

Para quem está impressionado com esse valor, saiba que certos itens do Metaverso já foram vendidos por ainda mais grana. É o caso do terreno digital em Decentraland, arrematado por US$ 2,4 milhões (R$ 13,4 milhões). E, ao que parece, o recorde não deve durar pra sempre. Principalmente se a ideia de Metaverso que as gigantes de tecnologia querem emplacar realmente fizer o barulho esperado.

Fonte