Guardiola se irrita com insinuações de 'sorte' do City na Premier League e rebate comentários de Tuchel

1 semana atrás 29

City lidera a Premier League com 10 pontos de vantagem para o Chelsea


Pep Guardiola rejeitou a alegação do técnico do Chelsea, Thomas Tuchel, de que a pandemia de coronavírus em andamento foi uma das principais razões por trás do Manchester City se destacar no topo da tabela da Premier League.

City e Chelsea se enfrentam no Etihad Stadium neste sábado, às 9h30 (Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+, com o time de Guardiola com 10 pontos de vantagem na corrida pelo título.

Tuchel acredita que o City teve uma vantagem porque "eles não sofreram de COVID como nós", mas Guardiola insiste que teve que lidar com seus problemas - incluindo ter 21 jogadores e funcionários isolados antes do terceiro jogo da FA Cup na semana passada contra o Swindon Town.

"Digo o que disse antes - a situação está em todo o mundo", disse Guardiola em entrevista coletiva na sexta-feira. "Tivemos lesões, tivemos COVID. Talvez não digamos quais jogadores - por respeito [a esses jogadores] o clube não faz isso - mas tivemos muitos jogadores e funcionários com COVID e no início da temporada tivemos muitas lesões difíceis com nossos jogadores".

"Então, o que posso dizer? Se eles acreditam que tivemos sorte, tudo bem, tivemos sorte. Obrigado. O que posso dizer?".

"A pandemia está em todo o mundo e em todos os lugares há o vírus. Estamos expostos a cada minuto e dia para obtê-lo e não somos exceção".

O City venceu 11 jogos consecutivos no campeonato para se colocar na pole position e recuperar o troféu que conquistou na temporada passada. Enquanto isso, o Chelsea empatou quatro de seus últimos cinco na Premier League e Guardiola deu a entender que sua equipe às vezes não recebe o crédito que merece.

“Se eles acreditam que [COVID] é a razão pela qual, então talvez”, disse ele. "Talvez. Às vezes é o dinheiro que temos, às vezes é COVID. Não sei. Talvez"

Fonte