Erro no placar de Vasco x Cruzeiro leva Globo a rediscutir volta presencial de narradores

1 mês atrás 16

O erro cometido pela Globo durante a partida entre Vasco e Cruzeiro no domingo (19), pela Série B do Campeonato Brasileiro, foi atribuído à distância física dos narradores e comentaristas do estádio, com trabalho ainda confinado aos estúdios da emissora. Tratado como erro coletivo, o episódio reacendeu na emissora as discussões sobre a volta presencial das equipes.

O pessoal responsável pela captação de imagens no estádio de São Januário não percebeu que um gol do time carioca foi anulado, e manteve na tela um falso resultado de 2 x 1 para o Vasco até o fim do jogo, mas em um intervalo de intensos acontecimentos em campo na reta final.

A falha começou aos 47 minutos do segundo tempo, quando o juiz André Luiz de Freitas Castro anulou o gol marcado por Daniel Amorim, do Vasco. O time vencia por 1 a 0. Mas nas imagens da transmissão, não foi possível ver que o gol havia sido anulado, e o placar permanecia em 2 x 0.

Dois minutos depois, aos 49 minutos, o Cruzeiro marcou um gol de empate com Ramon, e o feito foi relatado nas transmissões como se fosse mera redução da vantagem do clube carioca, quando, na realidade, o placar seria de 1 x 1, como se constatou ao final da partida.

O frango tomado pela equipe da Globo foi uma conjunção de infortúnios: a equipe que envia as imagens para a emissora perdeu o momento em que o árbitro determinou o cancelamento do segundo gol do Vasco. O narrador, Luiz Roberto, preso ao estúdio, não teria como narrar o que não viu. E os repórteres em campo estariam em momento de trânsito no local, preparando-se para as entrevistas do final do jogo.

Em nota, a Globo se desculpou pelo ocorrido no ar:

"Nós cometemos um erro na transmissão de Vasco x Cruzeiro ao não exibir ao vivo a imagem do árbitro anulando o segundo gol do Vasco, o que induziu os narradores e comentaristas da Globo, do SporTV e do Premiere a acharem que o gol estava valendo. Por conta da pandemia, narradores e comentaristas ainda não estão trabalhando nos estádios. Transmitem dos estúdios. Não houve erro do VAR nem do árbitro. Foi um erro exclusivamente nosso e, por isso, pedimos desculpas, especialmente aos torcedores de Vasco e Cruzeiro".

Oficialmente, a Globo ainda não tem previsão para o retorno da equipe às narrações presenciais. O jogo deste domingo foi inclusive o primeiro com presença de público desde o início da pandemia, em março do ano passado. A falha ocorrida neste domingo não teria ocorrido se todos não estivessem longe do local, já que a visão para o conjunto da partida, quando visto da cabine no estádio, tem outra dimensão.

Foto de Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Fonte