Crise na Evergrande atinge diretamente países como Brasil, diz Carla Araújo

1 mês atrás 23

Para a colunista Carla Araújo, o mercado financeiro ficou de "mau humor" hoje, especialmente pelos receios em torno do endividamento da gigante chinesa Evergrade. Além disso, há preocupações sobre a PEC dos precatórios e desconfiança com o aumento do IOF (Imposto sob Operações Financeiras) para aumentar o novo Bolsa Família, chamado agora de Auxílio Brasil.

"Todo mundo lembrando a crise de 2008 e com medo de acontecer mais ou menos a mesma coisa, mas aqui é um setor de construção e muito consumidor de commodities, e isso atinge diretamente países como o Brasil. A maioria dos relatórios colocou o Brasil como um dos países que pode mais ser atingido em relação a isso", avaliou Carla.

Outra expectativa da semana é como será o "resgate" da empresa, que já está se movimentando para reverter a situação. "Temos que esperar, amanhã as notícias sobre a recuperação da empresa pode acalmar os ânimos", explicou.

A colunista também afirmou que, pelo tamanho e influência da Evergrade, a queda da companhia pode prejudicar vários outros países, junto com o Brasil. "A empresa que cresceu rapidamente, deu um boom rápido, cresceu muito na China e o empresário diversificou até no ramo de futebol, ela é gigantesca e traz impactos para todo mundo", disse.

Com uma possível votação dos precatórios e expectativa se o teto será "furado ou não, todas essas questões internas fazem o mercado ficar de olho essa semana", previu.

Fonte