CMN define redistribuição de recursos emergenciais do Funcafé

1 semana atrás 17

Group CopyGroup 5 CopyGroup 13 CopyGroup 5 Copy 2Group 6 Copy

Mais da metade da verba para cobrir perdas com o clima, de R$ 1,3 bilhão, deixou de ser contratada


O Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu hoje (25/11) a redistribuição de recursos remanescentes da reserva emergencial de R$ 1,3 bilhão do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), criada para atender cafeicultores que sofreram prejuízos com problemas climáticos neste ano. Desse total, R$ 664,1 milhões não foram contratados e, com isso, serão realocados nas demais linhas.

Mais do Valor Econômico

Novos termos ampliam órgãos e entidades da Administração Pública que se comprometem com contratações públicas abertas a fornecedores dos países-membros, abrangendo bens, serviços e obras públicas

Há 13 minutos Brasil

Mais da metade da verba para cobrir perdas com o clima, de R$ 1,3 bilhão, deixou de ser contratada

Há 16 minutos Agronegócios

Medida representa um crescimento médio de 3,4% ao ano entre 2021 e 2025

Há 33 minutos Brasil

De acordo com a Senacon, companhia não conseguiu comprovar a regularidade das contratações dos seguros e nem demonstrar que houve autorização dos beneficiários

Há 36 minutos Finanças

Há 52 minutos Política

Há 54 minutos Empresas

Aumento mais forte neste ano ocorreu em Goiás, onde número de cabeças subiu 73,5%

Há 59 minutos Agronegócios

Segundo os investigadores, os mineiros sufocaram quando um duto de ventilação ficou cheio de gás

Há 1 hora Mundo

Decisão se segue ao alarme de cientistas sobre o que pode ser a pior cepa já identificada da covid-19

Há 1 hora Mundo

Há 2 horas Política

Fonte