Chefe da espionagem do MI6 britânico avisa: corrida pelo domínio da IA ​​começou

1 mês atrás 41

https://br.sputniknews.com/20211129/chefe-da-espionagem-do-mi6-britanico-avisa-corrida-pelo-dominio-da-ia-comecou-20460780.html

Chefe da espionagem do MI6 britânico avisa: corrida pelo domínio da IA ​​começou

Chefe da espionagem do MI6 britânico avisa: corrida pelo domínio da IA ​​começou

Chefe do serviço de espionagem do Reino Unido alertou nesta terça-feira (30) que "adversários do Ocidente, como China e Rússia", estão correndo para dominar a... 29.11.2021, Sputnik Brasil

2021-11-29T21:51-0300

2021-11-29T21:51-0300

2021-11-29T21:56-0300

panorama internacional

ciência e tecnologia

china

reino unido

cia

eua

tecnologia militar

inteligência artificial

mi6

europa central

/html/head/meta[@name='og:title']/@content

/html/head/meta[@name='og:description']/@content

https://cdnnbr1.img.sputniknews.com/img/1541/53/15415326_0:67:1280:787_1920x0_80_0_0_86cb369a23ae9a4ba42743aff99b7e19.jpg.webp

Para Richard Moore, chefe do serviço de inteligência britânico MI6, espiões do mundo todo estão tentando lidar com os avanços na tecnologia que desafia as operações tradicionais de espionagem lideradas por humanos. Segundo ele, a engenharia quântica, a biologia projetada, e os avanços no poder do computador representam uma ameaça que precisa ser tratada pelo Ocidente. O chefe do MI6 disse ainda que o desenvolvimento da tecnologia na próxima década pode superar todo o progresso tecnológico do século passado. Em seu pronunciamento, Richard Moore citou "particular preocupação" com as agências de inteligência russas e chinesas, que se apressaram em controlar o poder de uma gama de tecnologias sofisticadas, às vezes em um ritmo mais rápido do que no Ocidente.

china

reino unido

europa central

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

2021

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

notícias

br_BR

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

https://cdnnbr1.img.sputniknews.com/img/1541/53/15415326_72:0:1209:853_1920x0_80_0_0_eaba58af1de8b0f5f1a2ede0bebf78fc.jpg.webp

Sputnik Brasil

contato.br@sputniknews.com

+74956456601

MIA „Rosiya Segodnya“

ciência e tecnologia, china, reino unido, cia, eua, tecnologia militar, inteligência artificial, mi6, europa central, europa, rússia, agência central de inteligência

21:51 29.11.2021 (atualizado: 21:56 29.11.2021)

Chefe do serviço de espionagem do Reino Unido alertou nesta terça-feira (30) que "adversários do Ocidente, como China e Rússia", estão correndo para dominar a inteligência artificial (IA) e revolucionar a geopolítica na próxima década.

Para Richard Moore, chefe do serviço de inteligência britânico MI6, espiões do mundo todo estão tentando lidar com os avanços na tecnologia que desafia as operações tradicionais de espionagem lideradas por humanos.

Segundo ele, a engenharia quântica, a biologia projetada, e os avanços no poder do computador representam uma ameaça que precisa ser tratada pelo Ocidente.

"Nossos adversários estão despejando dinheiro e ambição no domínio da inteligência artificial, computação quântica e biologia sintética, porque sabem que o domínio dessas tecnologias lhes dará vantagem", disse Moore.

O chefe do MI6 disse ainda que o desenvolvimento da tecnologia na próxima década pode superar todo o progresso tecnológico do século passado.

"Como sociedade, ainda temos que internalizar esse fato gritante e seu impacto potencial na geopolítica global. Mas é um foco incandescente para o MI6", disse ele, segundo informações da Reuters.

Em seu pronunciamento, Richard Moore citou "particular preocupação" com as agências de inteligência russas e chinesas, que se apressaram em controlar o poder de uma gama de tecnologias sofisticadas, às vezes em um ritmo mais rápido do que no Ocidente.

Fonte