Black Friday 2021: Procon-SP registra mais de 700 reclamações

1 mês atrás 27

O Procon-SP, órgão de defesa do consumidor, recebeu, até a tarde de ontem, 703 reclamações sobre produtos ou serviços ofertados durante a Black Friday 2021.

As empresas que mais receberam reclamações foram a B2W, marca que representa o site e as lojas Americanas, Submarino, Shoptime e Sou Barato, além da Via S/A, que é dona das Casas Bahia, Ponto Frio e Extra.com.

De acordo com o Procon, a B2W recebeu 107 queixas e a Via S/A, 96.

Entre os principais problemas relatados pelos consumidores estão atraso ou não entrega (174 registros), pedido cancelado após a finalização da compra (162) e mudança de preço ao finalizar a compra (79).

Além das reclamações, o Procon-SP também orientou 457 consumidores interessados em comprar nesse período.

O número total de reclamações e atendimentos de 2021 cresceu apenas 3% em relação à Black Friday de 2020. Segundo o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez, esse aumento foi pequeno porque os consumidores estão ficando mais cautelosos.

"Com o consumidor fazendo mais pesquisa, consultando a credibilidade do site, a reputação da empresa, prestando atenção ao preço total oferecido, acrescido à cobrança de frete, de encargos, as reclamações se reduzem aos problemas mais corriqueiros, como atraso e cancelamento do pedido. O balanço geral é positivo", disse Capez.

Fonte