Aprenda a fazer aasta Alla Norma em versão vegana

1 mês atrás 19

Ingredientes acessíveis e baratos (com exceção do tofu, mas vou dar dica de substituição), receita 100% vegetal, preparo rápido e casa perfumada de manjericão: tem combinação melhor que essa?

Ocasião para comer um bom prato de massa não costuma faltar, mas quem precisar de um incentivo extra para variar na bolonhesa ou no molho branco e se aventurar com vegetais ganha agora um empurrãozinho.

No dia 25 de outubro, próximo domingo, celebra-se o Dia Mundial da Massa —que tal preparar um molho com berinjelas levemente fritas, tomate pelado, alho, manjericão e tofu para experimentar a tradicional receita de origem siciliana em uma versão vegana?

Pasta Alla Norma. Se eu fosse o compositor de óperas Vincenzo Bellini (1801-1835), me sentiria honrada em ter um prato tão simples e gostoso em homenagem à ópera homônima. Há pelo menos duas versões para a origem do prato.

Na primeira, Bellini estaria devastado após a má recepção do público ao final da estreia de "La Norma" em Milão no ano de 1831. Após ter sido vaiado, o compositor teria se sentado em um restaurante para jantar e o cozinheiro catanense (da cidade de Catânia, Sicília) teria se compadecido do seu conterrâneo e tentado afagar seus lamentos com um prato de massa inusitado, e com sabores familiares.

Já na segunda versão, Bellini não teria assistido à nomeação da receita em sua homenagem. Em 1925 o diretor de cinema e teatro Nino Martoglio teria exclamado "isso é uma verdadeira Norma!" ao ver uma travessa de massa sobre a mesa do jantar.

Seja numa versão, seja na outra, a homenagem faz jus à popularidade que Bellini conquistou em vida. Se bem que o prato merecia preencher o mesmo espaço sentimental que reservamos à lasanha ou à carbonara.

Vamos mudar isso?


PASTA ALLA NORMA

INGREDIENTES

1 berinjela média.

100 g de tofu*.

1 lata de tomate pelado.

200 g de penne ou de espaguete.

3 dentes de alho.

1 maço pequeno de manjericão.

3 colheres de sopa de azeite.

1 colher de chá de orégano.

Suco de ½ limão.

1 ½ colheres de chá de sal.

Sal grosso, o quanto baste.

Pimenta preta, a gosto.

*Para substituir o tofu nessa receita, use sementes de girassol ou amêndoas. Deixe de molho ½ xícara por 6 horas, escorra a água e bata com ½ xícara de água e uma pitada de pimenta e sal.

PREPARO

  1. Corte a berinjela em cubos. Para equilibrar o amargor da berinjela e deixá-la mais macia, disponha os cubos em uma peneira e adicione um punhado de sal grosso. Deixe drenar sobre a peneira por 30 minutos, com um peso por cima (uma tigela, por exemplo) antes de usar. Lave ao final do tempo sob água corrente e seque bem.

  2. Tempere os cubos de berinjela com um fio de azeite, uma colher de chá de sal, orégano e misture bem. Leve para fritar (é uma fritura tímida, sem imersão) em uma frigideira grande até todos os lados ficarem bem douradinhos. Caso necessário, acrescente mais azeite. Reserve ⅓ da quantidade de berinjela para finalizar o prato.

  3. Cozinhe o macarrão em água abundante com sal, respeitando o tempo indicado na embalagem (para os fãs de massa bem al dente, a dica é reduzir de um a dois minutos o tempo de cocção).

  4. Pique o alho, acrescente na frigideira com a berinjela e mexa até começar a dourar (não precisa dourar muito, senão queima!).

  5. Acrescente o tomate pelado. Desfaça os tomates com a ajuda da colher de pau, tampe a frigideira e cozinhe por oito minutos.

  6. Prepare a "ricota": amasse o tofu, junte o suco de limão, ½ colher de chá de sal, uma colher de sopa de azeite e a pimenta preta. Misture bem e reserve.

  7. Corte o manjericão em tirinhas e acrescente ao molho no final do tempo de cozimento.

  8. Escorra o macarrão e envolva no molho.

  9. Sirva com a "ricota" de tofu e decore o prato com a berinjela reservada e folhas de manjericão.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte