Ranking das Universidades e instituições de ensino superior do Brasil que participaram do Enade (2011)



Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/fabrixn1/public_html/_webmais/wp-content/themes/fdx-webmais-2.4.1/functions/shortcodes/basics.php on line 35

O Índice Geral de Cursos da Instituição (IGC) é um indicador de qualidade de instituições de educação superior, que considera, em sua composição, a qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação (mestrado e doutorado).

No que se refere à graduação, é utilizado o CPC (conceito preliminar de curso) e, no que se refere à pós-graduação, é utilizada a Nota Capes. O resultado final está em valores contínuos (que vão de 0 a 500) e em faixas (de 1 a 5).

O CPC é uma média de diferentes medidas da qualidade de um curso. As medidas utilizadas são: o Conceito Enade (que mede o desempenho dos concluintes), o desempenho dos ingressantes no Enade, o Conceito IDD e as variáveis de insumo. O dado variáveis de insumo – que considera corpo docente, infra estrutura e programa pedagógico – é formado com informações do Censo da Educação Superior e de respostas ao questionário socioeconômico do Enade.

A forma do cálculo do CPC tem implicações sobre a representatividade do IGC. Para um curso ter CPC é necessário que ele tenha participado do Enade com alunos ingressantes e alunos concluintes. Portanto, o IGC é representativo dos cursos que participaram das avaliações do Enade, com alunos ingressantes e concluintes.

Como cada área do conhecimento é avaliada de três em três no Enade, o IGC levará em conta sempre um triênio. Assim, o IGC 2007 considerou os CPC’s dos cursos de graduação que fizeram o Enade em 2007, 2006 e 2005; o IGC 2008 considerou os CPC’s dos cursos que participaram do Enade em 2008, 2007 e 2006; e assim, sucessivamente. A medida de qualidade da graduação que compõe o IGC é igual à média dos CPC’s para o triênio de interesse.

RANKING IGC 2010 (TRIÊNIO 2008-2009-2010)

IGC 2010 (TRIÊNIO 2008-2009-2010)

37,3% das instituições de ensino superior estão abaixo da média. Elas tiveram nota 1 e 2 no Índice Geral de Cursos do MEC. No ano anterior, índice foi de 32,7% de instituições abaixo da média.

Do total, 9 instituições, 0,49%, tiveram nota 1 e 674, 36,8%, ficaram com nota 2. O maior grupo ficou na nota média 3, com 985 (53,9%).

Outras 131 intituições (7,16%) obtiveram média 4, e um total de 27 universidades e faculdades conseguiram a nota máxima 5, correpondente a 1,47% das instituições que obtiveram notas. A avaliação teve ainda 349 instituições que não tiveram a participação mínima de dois alunos ingressantes e dois alunos concluintes nos cursos avaliados pelo Enade.

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que pela primeira vez participou da avaliação, obteve a liderança no ranking entre as universidades e instituições públicas neste ano, com 4,69 pontos.

A Universidade de São Paulo (USP), que costuma aparecer em primeiro lugar entre as instituições brasileiras em rankings internacionais, não aparece na avaliação pois não participa do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que é usado no cálculo

A instituição com maior índice contínuo (4,89) é privada – é a Escola Brasileira de Economia e Finanças (Ebef), que fica no estado do Rio de Janeiro e é vinculada à Fundação Getúlio Vargas (FGV). A Faculdade de Administração de Empresas (Facamp) foi a segunda colocada, com 4,74 pontos. Ambas são particulares.

RANKING IGC 2009 (TRIÊNIO 2007-2008-2009)

IGC 2009 (TRIÊNIO 2007-2008-2009)

Em 2009 foram avaliadas 6.804 graduações em administração, arquivologia, biblioteconomia, ciências contábeis, economia, comunicação social, design, direito, estatística, música, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo, teatro e turismo, e os cursos superiores de tecnologia em design de moda, gastronomia, gestão de recursos humanos, gestão de turismo, gestão financeira, marketing e processos gerenciais.

Quase 34% dos cursos superior obtiveram resultado insatisfatório. Ao todo, 1.696 graduações tiveram nota 1 ou 2 no Conceito Preliminar de Curso (CPC), isso significa que um em cada três cursos é de baixa qualidade. A maioria dos cursos (51,47%) foi considerada razoável – obteve nota 3. Apenas 15% atingiram CPC 4 e 5.

Em 2009, 2.137 instituições foram avaliadas pelo IGC (344 não tiveram conceito). Apenas 25 alcançaram o conceito máximo (5), equivalente a 1,39% do total de instituições avaliadas e 124 tiveram nota 4 (6,92%). A maioria das instituições, 945, teve desempenho regular (3). Mais de 38% tiveram desempenho insatisfatório (conceitos 2 e 1), 699, e ficarão sob supervisão do MEC. Elas devem sanar as deficiências e, caso não sejam aprovadas pelo ministério, podem ter seus cursos descredenciados.

RANKING IGC 2008 (TRIÊNIO 2006-2007-2008)

IGC 2008 (TRIÊNIO 2006-2007-2008)

A Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) é, pela segunda vez, a melhor universidade do país, de acordo com o IGC de 2008. A instituição obteve desempenho 5 e pontuação contínua de 439. Esse é o segundo ano em que o índice de qualidade de instituições de ensino superior público e privado é divulgado pelo MEC.

Vele lembrar que a USP e a Unicamp não participam do índice (por serem estaduais, a participação era opcional).

Apenas 1% das faculdades, universidades e centros universitários do país conseguiram nota máxima em avaliação do MEC, de acordo com o IGC de 2008, 21 das 2.001 instituições conseguiram o conceito 5, que é o melhor.

Com notas ruins, conceitos entre 1 e 2, ficaram 29,4% das instituições – 588 das 2.001 faculdades. Delas, 570 tiraram notas 2, e 18, nota 1. Nove instituições estão sob a mira do MEC, porque tiraram nota insatisfatória no IGC, por dois anos consecutivos, o desempenho dessas escolas foi inferior ao esperado. Uma delas, inclusive, já foi descredenciada – a Faculdadade Cidade de João Pinheiro, de Minas Gerais, completam a lista:

  • Centro de Ensino Superior de Valença – RJ
  • Escola Superior de Agronomia de Paraguaçú Paulista – SP
  • Faculdade de Educação Física de Foz do Iguaçu – PR
  • Esefap (Escola Superior de Educação Física da Alta Paulista) – SP
  • Faculdades Integradas da Terra de Brasília – DF
  • Faculdades Integradas Espírita – PR
  • Instituto de Ensino Superior Materdei – AM
  • Universidade Ibirapuera – SP
IGC 2007 (TRIÊNIO 2005-2006-2007)

Nessa primeira edição do IGC foram avaliadas 173 universidades, 131 centros universitários e 1.144 faculdades, institutos isolados e outras modalidades de ensino superior. Das 1.837 instituições cadastradas no MEC em 2008, 21,2% não fizeram parte da avaliação.

A USP e a Unicamp ficaram fora do novo ranking do Ministério da Educação porque elas não participaram do Enade, Por serem estaduais, a participação era opcional.

A PUC Rio e a PUC São Paulo são as duas únicas instituições privadas a aparecer entre as 40 melhores universidades, segundo o “Índice Geral de Cursos”. Já entre as 40 piores, 33 são universidades particulares.
A pior de todas, de acordo com o ranking, é a Universidade Iguaçu, na Baixada Fluminense, entre as universidades públicas, a pior colocação ficou com a Uncisal (Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas).

Além do desempenho dos alunos, o índice leva em conta também a estrutura física das instituições, como laboratórios e bibliotecas e o número de professores com mestrado e doutorado.

O exame avaliou também 1.144 centros universitários e faculdades, os resultados aparecem num ranking à parte.

As instituições de ensino com as piores notas serão obrigadas a melhorar o desempenho no ano que vem, caso contrário, as sanções poderão chegar até a proibição de realizar novos vestibulares.

ARTIGOS RELACIONADOS
  • remedios_tarja_preta
  • tabela-instituicoes-porcentagem-
  • super_creme_photoshop-15
  • faculdade_feses
  • luciano pereira de n

    "Tenho serissimas dúvidas da qualidade e eficiencia do ensino á distancia." obrigado.

    • carlos eduardo de ca

      Sou aluno do cederj-ufrj,com toda certeza é de primeira qualidade,nao tem como trapacear,tem que estudar muito,só consegue passar de período se souber a disciplina.

    • Mônica Esposit

      Ensino a distância não é pra qualquer um, realmente tem que querer, a eficiencia e a qualidade depende exclusivamente de você, como tudo na vida!

      • wilson

        hahahahaha, tapa na cara!!!!

  • tiago hipolito

    como que o mec pode falar uma barbaridade dessa das piores faculdades sendo que em 2008 nao teve o enada IGC o untimo foi em 2007 . pra mim o mec ta falando besteira falta de etica assim como sua instituiçao

    • Pedro (PR)

      Falta de ética é diplomar umas antas destas!

  • http://www.alexxandretorres.blogspot.com Alexandre Torres

    Vocês teriam maiores informações sobre a posição do Centro Universitário Ítalo Brasileiro na Área de Educação em geral ?
    Desde já muito obrigado!

  • http://djs_seibt@yahoo.com.br luzia dal jovem seib

    olá desejo informações sobre o conceito da universidade uri do alto uruguai e das missoes-campus de erechim, mais especificamente do curso de psicologia, pois apesar de pesquisar nas páginas do igc/mec, não pude encontrar. quando abria a pagina de informações tinha tudo menos os conceitos
    obrigada

  • Marcello-Macap&aacut

    Pô meu como eles(governo federal) podem falar em piores universidades se os mesmos não dão o minimo de estrutura p o desenvolvimento intelecto de seus alunos! Moro em Macapá, faço Unifap-Federal. Nós não temos livros o suficiente, meu curso se qr tem labolatório p analises das pesquisas geográficas, falta viagem de capo o suficiente e os mesmos se qr ajudam nas vigens de custo p trab. cienticos fora. meu, a AMAZÔNIA EM GERAL É ESQUECIDA!!!

  • Iacyel

    Existem muitas coisas discutíveis. O que meu amigo do amazonas disse é correto. Por exemplo; como pode ser que as universidades Federais do Sul, Suldeste o Centro Oeste recebam muito mais dinheiro que as universides Federais no Amazonas? Durantes alguns anos o estado do Amazonas ha colaborado muito mais ao PIB que alguns estados no Sul. Assim, considerando um reparto equitativo se nota que as universidades F. no Amazonas basicamente não viram retorno nenhum de um reparto que deveria ser justo. As grandes diferenças de qualidade entre as universidades somente decreta a ineptude dos governantes no reparto da riqueza nacional. Sinceramente espero que o governo não esqueça que a região brasileira mais rica é a que está postada na Floresta, assim que é melhor cuidar-la e isso significa tratar melhor a sua gente…

  • http://www.facebook.com/valeria.cavalcante1 Valéria Caval

    Contraditório mesmo! O governo não investe na formação, estrutura, material humano, coisa nenhuma. Depois, na hora de contratar funcionários concursados federais para essa região salários são os melhores, mas a galera podendo escolher não vai! O problema não se restringe às universidades, mas ao norte como um todo, ao abandono, a situação lamentável em que está a amazônia, que já deixou de ser nossa faz tempo! Entendo sua angústia, tudo pra SP! Mas eles não passam nos concursos mais concorridos, não são eles que ocupam as vagas dos mestrados e doutorados com bolsas das capes (uma minoria) das melhores universidades de SP, idem p/ o Rio. Por q será? Estrutura eles tem! me desculpem galera, mas as piores atrocidades, burrices,comentários racistas/retrógrados e limitados que ouvi em congressos científicos partiu justamente de pessoas desses lugares. E são estudiosos! Imaginem os que não são!

    • http://twitter.com/Marcos_Eco_Pol Marcos Fernandes

      isso é racismo

  • Valéria Cavalcante

    Contraditório mesmo! O governo não investe na formação, estrutura, material humano, coisa nenhuma. Depois, na hora de contratar funcionários concursados federais para essa região salários são os melhores, mas a galera podendo escolher não vai! O problema não se restringe às universidades, mas ao norte como um todo, ao abandono, a situação lamentável em que está a amazônia, que já deixou de ser nossa faz tempo! Entendo sua angústia, tudo pra SP! Mas eles não passam nos concursos mais concorridos, não são eles que ocupam as vagas dos mestrados e doutorados com bolsas das capes (uma minoria) das melhores universidades de SP, idem p/ o Rio. Por q será? Estrutura eles tem! me desculpem galera, mas as piores atrocidades, burrices,comentários racistas/retrógrados e limitados que ouvi em congressos científicos partiu justamente de pessoas desses lugares. E são estudiosos! Imaginem os que não são!

    • http://twitter.com/Marcos_Eco_Pol Marcos Fernandes

      isso é racismo

  • jorge luís ga

    O Governo, sempre é o Governo o culpado de tudo, o povo não tem culpa, o cidadão sempre é injustiçado, a parcela de culpa do Governo existe, principalmente em se tratando de faculdades publicas, mas e as particulares? não é Governo que mantém não, os estudantes pagam para estudar, só que a maioria quer saber de estar na putaria ao invés de estudar, então por favor dêem a César o que é de César. Mania que o povo tem de por culpa no Governo pra tudo, somos responsáveis pelos nossos atos.

  • jorge luís gama aleixo

    O Governo, sempre é o Governo o culpado de tudo, o povo não tem culpa, o cidadão sempre é injustiçado, a parcela de culpa do Governo existe, principalmente em se tratando de faculdades publicas, mas e as particulares? não é Governo que mantém não, os estudantes pagam para estudar, só que a maioria quer saber de estar na putaria ao invés de estudar, então por favor dêem a César o que é de César. Mania que o povo tem de por culpa no Governo pra tudo, somos responsáveis pelos nossos atos.

  • http://twitter.com/AdmThiagoHaf Thiago Francisco

    Apenas uma colocação: isso que foi feito pelo WEBMAIS pode ser considerado como uma “imbecilidade”. Qualquer uma das IES que estão colocadas neste ranking podem entrar com um pedido em juízo para que sua imagem pública possa ser reparada. OS instrumentos legais da Educação Superior não trazem previsão sobre a formatação de rankings, os quais são considerados superfulos no contexto da avaliação. Aos que fizerem isso, obrigado pois a Minha IES está muitissimo bem colocada. Mas fica uma recomendação: Consultem especialistas antes de optar por uma bobagem deste tamanho.

    • http://webmais.com/author/fabrix/ Fabrix

      Você como um analfabeto funcional reflete o ensino a que é submetido, desde quando esse ranking foi feito por este site…

  • leudynha L.S.

    Observando todos os comentários já postados aqui, só tenho uma observação a acrescentar. Não é nenhuma novidade que universidades da região sudeste tenham se destacado, mesmo com a defesa do governo por parte de alguns, não considero a situação por esse ângulo, ambas as partes tem culpa (governo e povo), sendo que a culpa do povo estar em votar em pessoas corruptas e a do governo por sempre fazer uma péssima e injusta distribuição de renda no país. Estudei na Universidade Estadual Vale do Acaraú (confiram a colocação dessa universidade), tive excelentes professores, no entanto por várias vezes deixamos de realizar aulas práticas, a razão? Ausência total de recursos. Em decorrência desse e ou de outros fatores é que muitas Universidades estão em total decadência e o pior é que essa decadência pode ser observada de início no Nordeste, onde o Sr. Lula e a Sra. Dilma obtiveram uma quantidade de voto significativa com relação as demais regiões brasileiras. Acorda Brasil!!!

  • leudynha L.S.

    Observando todos os comentários já postados aqui, só tenho uma observação a acrescentar. Não é nenhuma novidade que universidades da região sudeste tenham se destacado, mesmo com a defesa do governo por parte de alguns, não considero a situação por esse ângulo, ambas as partes tem culpa (governo e povo), sendo que a culpa do povo estar em votar em pessoas corruptas e a do governo por sempre fazer uma péssima e injusta distribuição de renda no país. Estudei na Universidade Estadual Vale do Acaraú (confiram a colocação dessa universidade), tive excelentes professores, no entanto por várias vezes deixamos de realizar aulas práticas, a razão? Ausência total de recursos. Em decorrência desse e ou de outros fatores é que muitas Universidades estão em total decadência e o pior é que essa decadência pode ser observada de início no Nordeste, onde o Sr. Lula e a Sra. Dilma obtiveram uma quantidade de voto significativa com relação as demais regiões brasileiras. Acorda Brasil!!!

  • Pingback: Trabalho histórico científico sobre o exame de ordem: DA LIVRE CONCORRÊNCIA #FIMEXAMEOAB #examedeordemINCONSTITUCIONAL #CPIdaOAB | Inacio Vacchiano

  • wilson

    hahahahaha, tapa na cara!!!!

  • wilson

    hahahahaha, tapa na cara!!!!

  • Pingback: windows hosting

Política de Privacidade • 2014 (CC) • Hosted on VEXXHOST