Homem na Lua: Uma superação extraordinária das limitações tecnológicas ou a maior fraude do século?


Para iniciar esta explanação, me permito questionar as duas mais bem aceitas provas que o homem esteve na lua, que é o refletor de feixe de raios laser “deixado por la pelos astronautas” e as rochas trazidas por eles.

Esse artefato o “refletor de feixe de raios laser” é utilizado para rastrear a distância da lua da Terra. Um laser é emitido daqui da Terra, e atinge o refletor na Lua, e é refletido de volta. Um detector de fótons então acusa o recebimento da luz refletida pelo espelho, medindo a diferença de tempo, pode-se calcular a distância a que está a Lua.

Segundo informações esse refletor especial foi “abandonado na Lua” pelos astronautas da Apolo XIV.

Seguramente esse refletor poderia ser enviado como uma sonda, em um foguete não tripulado e estacionado automaticamente na superfície da lua, sem as complicações extremas de levar uma nave ate a Lua pousar com dois astronautas e o pior de tudo retornar em segurança para Terra.

A segunda prova “são as rochas trazidas da Lua”, para inicio de conversa, todos os elemento que são conhecidos na tabela periódica são os mesmo que existe em todo o Universo, por exemplo, o Sol usa a fusão de átomos de hidrogênio para obter outro composto químico: o hélio, a fusão nuclear liberta luz, calor e radiação.

A origem da Lua é incerta, mas as similaridades no teor dos elementos encontrados tanto na Lua quanto na Terra indicam que ambos os corpos podem ter tido uma origem comum, logo as rochas “trazidas da Lua” poderiam sim ser encontradas aqui mesmo na Terra.

SUPERAÇÃO EXTREMA DA TECNOLOGIA NA ÉPOCA
Um avião em vôo de cruzeiro fica na faixa de 9 a 12 km de altitude, a Estação Espacial Internacional esta a 340,5 km, a lua fica a cerca 400 mil km do nosso planeta, imagina a diferença de distancia da Estação Espacial Internacional, onde é mais freqüente os vôos tripulados (340,5 km) para os cerca de 400 mil km da lua.

E mesmo assim as viagem da NASA com os ônibus espaciais atuais, dos 5 (Columbia, Challenger, Discovery, Atlantis e Endeavour) dois sofreram acidentes (Columbia, Challenger) matando todos os astronautas.

CONSIDERAÇÕES
No inicio da década de 70, não existia COMPUTADORES e a tecnologia era baseada em válvulas, Transistor e Circuito Integrado estavam em processo de desenvolvimento, somente em 1971, a Intel lança o primeiro microprocessador do mundo o “4004” para ser usado em calculadoras, equivalente hoje aquelas “calculadoras de açougueiro”

Procure na Internet fotos dos carros em 1969, bem como dos Televisores LCD, Smartfone e do “som portátil” para comparar como devia ser as naves Apolo em comparação aos atuais ônibus espaciais.

Ninguém duvida como é criativa a indústria do cinema Americano que criou filmes espetaculares e surpreendentes para época como: E o vento levou (1939), Ben-Hur(1959), A noviça rebelde(1965), O homem que não vendeu sua alma (1966) entre tantos outros, não seria nada espantoso a criação de um filme da ”viagem do homem a lua” em 1969.

ARTIGOS RELACIONADOS
Política de Privacidade • 2018 (CC)