Drogas alucinógenas são legalmente adquiríveis pela internet no Brasil


Isso mesmo que diz o título, no Brasil, drogas alucinógenas não só são legalmente adquiríveis pela internet como ainda podem ser pagas parcelados no cartão de crédito.

São ervas e plantas exoticas, anunciadas como “ferramentas para praticantes de meditação e ioga, místicos, esotéricos, filósofos e artistas”, elas são, na verdade, versões legais de drogas ilegais como o LSD, e tão ou mais potentes, que fazem maconha parecer camomila.

Os sites Natureza Divina, Jardim Mágico e Divinorum, oferecem ervas como a Salvia Divinorum, Argyreia Nervosa, Banisteriopsis caapi, entre outras tantas, basta conhecer o principio ativo da planta e escolher o tipo de “viagem”.

A Salvia divinorum, originária do México, costuma ser desidratada e fumada, a erva já foi proibida em vários estados dos EUA e em pelo menos outros doze países, incluindo Alemanha, Itália e Japão.

O cipó Banisteriopsis caapi (conhecido na Amazônia com cipó das almas ou cipó dos espíritos) mais Chacrona são os ingredientes da Ayahuasca, bebida alucinógena utilizada pela seita Santo Daime, para “catalisar processos interiores e espirituais”.

Em 2006, após consumir a Salvia Divinorum, o estudante americano Brett Chidester, de 17 anos, suicidou-se e deixou o seguinte bilhete: “Como posso continuar vivendo depois de ter descoberto os segredos da vida? Não posso escrevê-los aqui porque esse tipo de informação pode causar o caos“.

ARTIGOS RELACIONADOS
Política de Privacidade • 2018 (CC)