Considerações sobre Recorde Brasileiro e Sul-Americano.


Os Recordes Brasileiros e Sul-Americanos, são na verdade um atestado de inferioridade, se não for Recorde MUNDIAL, leai-se nos somos inferiores e temos o Recorde fajuto que qualquer outro pode chegar e humilhar.

Salvo nos casos em que exige notas de juizes como por exemplo, ginástica, salto ornamental etc, nesses casos o 3 lugar deve ser comemorado, já que podia ter sito o primeiro, mas nos casos em que vale é a performance do atleta, so deve ser comemorado o melhor, veja o caso das seleções Brasileira de Futebol e Voleibol, o segundo lugar Fede, e causa tristeza, não sendo nunca exaltado.

Os atletas das outras modalidade deviam ter esse pensamento, se não for para ganhar, não devia comemorar 3 colocação, 2º etc, ficar com a Bandeira do Brasil e fazendo festa com medalha de Bronze. devia ser banido e linchado.

Ai que entra a história dos Recordes Brasileiros e Sul-Americanos, isso devia ser esquecido e apagado da memória. Ou devia se chamar Recordes da inferioridade Brasileira e Sul-Americanana.

Recorde só deve ter um, a menos que exista vida em outros planetas, ou que existam raças superiores e inferiores. Então o recorde das Raças Superiores é Recorde Mundial e os das raças inferiores, devia chamar de “recordezinho inferior de inferioridade contestada”

ARTIGOS RELACIONADOS
Política de Privacidade • 2018 (CC)